É PRECISO CORRIGIR O SOLO E ADUBAR O BRS CAPIAÇU NO PLANTIO?

A correção do solo e adubação no plantio do BRS CAPIAÇU devem ser realizados com base nos resultados da análise de solo.

Será a análise de solo que irá indicar a disponibilidade dos nutrientes minerais que o BRS CAPIAÇU precisará para se desenvolver satisfatoriamente. Com o resultados dessa análise será determinado o quanto de calcário e de fertilizantes deve-se aplicar em cada hectare do terreno.

Assim, a primeira providência a ser tomada, antes do plantio da BRS CAPIAÇU, é realizar esse procedimento, que lhe permitirá conhecer quais são as reais necessidades de calagem e adubações.

No entanto, caso o produtor não consiga realizar a análise de solo, a adubação poderá ser realizada com base nas características das maiorias dos solos tropicais, as quais as principais limitações estão relacionadas a acidez e aos baixos níveis de fósforo, os quais devem ser corrigidos com o uso de calagem e fertilizantes. 

Nessas condições, para implantação/plantio da BRS CAPIAÇU, a adubação no plantio recomenda a aplicação de apenas de adubação fosfatada, distribuída no fundo dos sulcos. Essa adubação pode ser realizada junto com as mudas/hastes. Ou seja, pode usar o supersimples juntamente com a muda no sulco.

Fica a dica: para a maioria dos solos são necessários 120 kg/hectare de P2O5 (fósforo), que corresponde a 600 kg/hectare de superfosfato simples, adubo facilmente encontrado no comércio de produtos agropecuários.

Por fim, não recomendamos a utilização do NPK no plantio.